sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Relembrar a saudade...

Esta semana na Serra da Estrela, obriguei-me a relembrar o que é a saudade.

À medida que os dias foram passando, percebi que fui sentindo saudade de:

- dançar - durante o período de férias decido não dançar, nem profissionalmente, nem para me divertir numa discoteca. Preciso como bailarina e artista parar afim de conseguir recriar/renovar, voltar aquele primeiro amor, voltar a ouvir aquela música como fosse a primeira vez, enfim... sentir saudade de me expressar através da dança.
Durante esta semana comecei a cantarolar as minhas músicas favoritas e adormecer imaginando coreografias... definitivamente tenho já saudades de dançar e que sensação boa isso é...

- casa - também durante as férias, arranjo sempre maneira de não passá-las em casa. Isso permite-me fazer com que sinta aquele bichinho de querer voltar ao meu ninho. Explico melhor: eu tenho mesmo necessidade de me afastar periodicamente de casa, não sei se é dos meus antepassados nómadas, mas preciso de estar temporadas fora de casa afim de não só sentir saudades, mas relembrar o quanto é bom ter o nosso espaço. Depois de sete dias com os meus pais... relembrei mesmo como foi bom ter saído da toca deles e ter arranjado a minha apesar de todas as responsabilidades inerentes. Adoro-os mas chego à conclusão que não devo ser mesmo filha deles, de tão diferentes que somos! Que saudades da minha casinha...

- marido - é verdade, até do marido tirei férias!! Por acaso calhou, aproveitei que ele teve de ficar a trabalhar para "descansar-mos" um do outro. É um pouco como a dança, preciso de me afastar afim de voltar a sentir o primeiro amor, relembrar o quanto sinto a falta dele quando está longe e assim quando o reencontrar... não vou descrever... usem a vossa imaginação...

Saudade... permite-vos relembrar que o que têm é fruto da vossa evolução como pessoas e fruto das vossas conquistas.
Parem um pouco, para conseguir perceber qual o caminho a seguir...
Saiam temporariamente, para perceber que têm para onde voltar...
Afastem-se, para poder sentir de novo e melhor...

Sem comentários:

Enviar um comentário