terça-feira, 3 de agosto de 2010

Lá estou eu nos 31...


Tinha de ser... era inevitável... sou oficialmente uma trintona!
O mais engraçado é que quando tinha 20 anos, não queria por nada chegar aos 30, e agora acho que esta idade é bem melhor.
Há precisamente 10 anos atrás, não tinha casa própria, não sabia o que queria da vida, dependia dos meus pais, estava a tirar um curso frustante, tinha engordado imenso, era infantil, insegura, parecia que vivia em guerra com o mundo e comigo própria, insistia em não viver... dois únicos aspectos positivos: comecei o relacionamento com o meu marido e comecei a aprender Dança Oriental.
Dez anos depois tenho a minha casa, não dependo dos meus pais, "tirei" o bendito curso e consegui emagrecer (bom... mais ou menos... engordo...emagreço...enfim...), continuo esse relacionamento e tornei-me bailarina.
Hoje sei o quero, amadureci, desenvolvi a minha auto-estima, (re)encontrei espiritualidade, sinto Paz, VIVO! A vida é bem melhor aos 31!!!
O grande desafio que sinto agora é encontrar EQUILÍBRIO.
Em todos os aspectos da minha vida, sou de extremos. Anseio perceber onde há equilíbrio...
Será que daqui a 10 anos o terei encontrado?...

3 comentários:

  1. Espero que sim, e que eu possa assistir a essa caminhada! :)

    ResponderEliminar
  2. Concordo, aliás já te tinha dito que sou muito mais feliz depois dos 30.
    Parece que começamos a encontrar o Leme da Vida.
    Relativizamos coisas que antes nos irritavam, magoavam e que vemos que no fundo, contam 0!
    Começamos a fazer uma triagem em tudo!
    O que interessa e por onde havemos de seguir.
    Aos 40, como será? Depois vemos, até lá, aproveitemos bem os 30's! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Não digas trintona... Trintona é a partir dos 35... diz Trintinha.... :D beijinhos

    ResponderEliminar