Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Pergunta 5 - Qual é a tua maior inspiração?

A VIDA.As minhas vivencias. Experiências. Boas e Más. Sei que esperavam que dissesse que seria uma bailarina, um mestre, um familiar, um amigo... mas não. São as experiências que tenho com todos eles. Porque a dança aprende-se no estúdio mas dançar aprende-se com a Vida.  São também os filmes que assisto, as pinturas que observo, os concertos que oiço, os espectáculos que me marcam. São as viagens que faço. São o contacto com outras culturas que adoro. É VIVER, é estar atenta, é ouvir, é observar, é pensar, é sentir. É explorar o meu Eu. É ser Eu própria. E acabo por ser a minha maior inspiração. Porque tudo depende de mim.Mas, posso dizer que quando vou dançar, seja em aula, seja no palco ou no meu recanto, a música acorda algo em mim. Esta suporta os meus movimentos e justifica a emoção que transparece neles. Não há dança sem música e toda a música é embelezada pela dança. É o meu estado de espírito - que vem dessas minhas vivencias - que faz escolher uma determinada musica mas dep…
Mensagens recentes

Pergunta 4 - Porquê a Paragem?

Esta questão, mais que uma pergunta, suscitou e suscita muita curiosidade. É verdade que, durante um período, parei. De ensinar, de dançar, de aparecer. Porque assim teve de ser. Eu não queria, mas a Vida impôs-me.Tive actividade intensa durante 14 anos seguidos. E quando digo intensa quero dizer várias horas por dia a dar aulas, quase todos os fins de semana a dançar em eventos, mentoria de workshops e cursos pelo país. Foi mesmo muito trabalho a abrir caminhos e a dar a conhecer a Dança Oriental, numa época onde as redes sociais e o "online" ainda não eram uma moda.Chegou a um momento, que sinceramente... estava exausta. Física e psicologicamente. Nós bailarinas, para além do trabalho físico que todos "aparentemente" entendem, temos uma pressão enorme em arranjar trabalho, alunos, eventos, etc... nada, mas mesmo nada nos cai do céu e nós acabamos por ser as nossas próprias empresárias e promotoras. Este trabalho de bastidores é... exaustivo e muitas vezes frustra…

Pergunta 3 - Para Quando Um Novo Espectáculo?

Uma das minhas missões de vida é o ensino. Amo ensinar. A felicidade que é ajudar a potenciar mulheres através da Dança Oriental, mas, se o estúdio de dança é o meu amor, o palco é a minha paixão. No estúdio de dança cumpro. No palco realizo. É lá que me sinto plena. Que me conecto com o meu EU. Que me desconecto com este mundo e entro no meu universo.Adoro o mundo do espetáculo. Os bastidores, os cheiros das maquilhagens, o barulho nos camarins, a correria dos técnicos, os risos nervosos dos artistas… Adoro tudo. Desde a sua idealização à concretização. Nunca compreendi de onde vem esta paixão. Simplesmente tenho-a. Acho que nasceu comigo e despertou quando pisei o palco a primeira vez... tinha 4 anos. E desde aí nunca mais parei. Com muito trabalho, teimosia e resiliência consegui, ao longo de quase 20 anos de profissão, realizar os espetáculos que idealizo. Sem favores, amigos no show bizz ou promotores. Só com a minha visão, talento e contando com colegas e alunas maravilhosas que…

Conversas & Danças no Feminino - Edição OnLine

CONVERSAS & DANÇAS NO FEMININO  Edição OnLineby Sara Naadirah MethodTIRA AS TUAS DÚVIDAS *18 Outubro 2020 * 16h30Via Zoom* Da carência de mais do que só a partilha de técnica coreográfica, nasceCONVERSAS & DANÇAS NO FEMININO. Esta é uma formação teórica e prática de Dança Oriental, indicado para todos os níveis de aprendizagem, aspirantes a profissionais e a bailarinas que estejam no activo. 
*Nesta EDIÇÃO ONLINE, vou dar espaço para tirares TODAS as tuas DÚVIDAS em relação à Dança Oriental e o seu universo.É isso mesmo! Tenho reparado, que muitas de vocês têm perguntas, dúvidas, curiosidades que em ambiente de aula - grande parte das vezes - não há tempo para esclarecer. Por isso, tens aqui a oportunidade de, numa conversa informal e entre as participantes, colocar de uma vez por todas as tuas questões. Prometo responder a tudo!Programa:* INTRODUÇÃO -  Ligarmo-nos virtualmente e dar-nos a conhecer umas às outras. Podemos não estar fisicamente mas vamos na mesma formar um "…

Pergunta 2 - Ainda Tens Sonhos Por Realizar?

Claro que tenho!!!! Quem não tem?... Todos temos sonhos, ambições, objetivos... Esta é daquelas perguntas que, geralmente me fazem, talvez por acharem que já realizei muitos sonhos... sim, é verdade. Mas ainda tenho tantos por concretizar. Eles, aparecem, mudam, transformam-se à medida que vou avançando na vida.Confesso que sempre fui muito sonhadora. Mas muito focada. E, acho que é esse o segredo: focagem. Sou teimosa, e tenho um mantra que desde cedo me acompanha: não desperdiçar o meu tempo de vida. Porque ela passa. E rápido. Quero realizar os meus sonhos por mim e para me provar que sou capaz. Todos somos. Mas claro, é preciso uma boa dose de loucura (porque fazermos o que queremos é considerado maluquice?!!), muita coragem, trabalho (nada cai do céu...), dedicação a 1000000% e perseverança. Cair e levantar centenas de vezes, mas a acreditar que é possível. Porque é mesmo possível. Pode é não ser na altura que queremos. É quando tem de ser.Eu divido os meus sonhos em duas categor…

Pergunta 1 - Porquê um Blog?

Como prometido, com este post, marco o início da série PERGUNTAS?... EU RESPONDO. E aqui vai a primeira pergunta, das que mais me fazem:PORQUÊ UM BLOG?Porque sempre, SEMPRE gostei de escrever. Sempre tive um diário onde deixava, reflexões que fazia regularmente e depois, na faculdade - tirei o curso de Arquitectura - um diário gráfico onde desenhava o que via e apetecia. Por isso, desde que me lembro, deixei registado as minhas meditações, desenhos, notas para mais tarde recordar e, principalmente, organizar ideias. Estas, que surgem constantemente na minha mente como criadora compulsiva que sou. Colocar em escrita os meus pensamentos ajuda-me a clarificar e a simplificar o caos que muitas vezes se instala na minha cabeça e assim conseguir, de uma melhor maneira, "organizar-me".Não sou escritora, nem pretendo ser uma "expert" em blogues. A ideia deste, surgiu anos atrás quando senti a necessidade de partilhar mais sobre a Dança Oriental e em particular, sobre as ex…

Perguntas?... Eu Respondo!

Eu tenho plena convicção que conhecer, aprender e evoluir em qualquer dança não passa, só, por estar num estúdio a decorar coreografias ou a malhar feita maluca. Danço há 37 anos e já posso dizer que, a técnica é sim importantíssima, mas não é tudo. Os 20 anos que tenho de Dança Oriental ensinou-me que tudo que existe nos bastidores é igualmente importante se queremos pensar, agir e, principalmente, dançar por nós próprios.Sempre tive curiosidade de perguntar aos meus mestres, professores, bailarinos de referência, e até mesmo a alunas, o porquê de tantas coisas, mas, a falta de oportunidade, contexto ou até mesmo vergonha me impediram de fazer a maior parte delas. Arrependo-me. Talvez as respostas me tivessem poupado tempo, desilusões ou até mesmo ilusões. Mesmo assim, sempre tentei saber mais um pouco... não por cusquice, mas porque acho interessante saber os porquês e posso dizer, que houve respostas tão impactantes em mim que direcionaram caminhos. Muito grata, sempre fiquei pela …