Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2013

Da Mulher... Parte III

E aqui estou eu, grávida de mais um sonho... filho este que darei à luz já no próximo sábado.  Com muito orgulho mas também com MUITA humildade, irei subir, pela segunda vez, ao palco do auditório do Museu do Oriente. Comigo, sobem também algumas das colegas que mais respeito e admiro. E, generosamente também algumas das minhas alunas aceitaram este desafio. Estou ansiosa, como uma criança à espera da manhã de Natal, mas ciente da responsabilidade que tenho nas mãos... e isso deixa-me em pânico! Espero, que todo o meu esforço, dedicação, empenho, suor e lágrimas de 10 anos de profissão transpareçam num espectáculo onde a dança, por si só, seja a protagonista principal.  Espero que o publico que tenho conquistado por meu mérito, talento e honestidade compareça em peso apoiando-me, e apoiando principalmente a Dança Oriental. Espero conquistar novos públicos , chegar ao coração dos mais descrentes e sensibilizar os mais céticos. Espero que a minha ousadia na busca de novos desafios e pavor do c…
Para quem não compareceu ou para quem foi assistir, aqui fica um "cheirinho" do meu último espectáculo "Nos Meus Sonhos" em Maio de 2012.


com: Sara Naadirah; Yolanda Rebelo; Carole Lopes; Cris Aysel; Baltazar Molina; Ana Moreira; Claudia Maçarico; Inês Branco e Catarina Branco

Carta Aberta à Comunidade de Dança Oriental em Portugal

Caras/os colegas, alunas/os, amigas/os, amantes e curiosos da Dança Oriental e de Arte:
É conhecido a minha luta, durante já 10 anos, pela dignificação da Dança Oriental no nosso país. Todos vocês me conhecem e sabem a seriedade e dedicação que coloco em cada dança, aula, workshop ou texto que me proponho fazer. Todos sabem - ou pelo menos têm uma noção - do quanto é difícil ser-se bailarino neste país e, muitos não concordarão, mas sê-lo especificamente de Dança Oriental torna a "tarefa" bem mais árdua. Eu, apesar de tudo, ADORO o nosso país. E, acredito que, se todos imigrarmos ou formos ser artistas noutro lado onde o respeito, a procura e o reconhecimento são de um outro nível (superior claro), Portugal fica entregue à bicharada do baixo nível e do vulgarismo.  Eu não acredito que alunos, publico, amantes da Arte em geral mereça tal fado. Eu - e chamem-me o que quiserem - ainda acredito que vale a pena SONHAR em Portugal e REALIZAR esses mesmos sonhos. Não tenho a ânsia de con…