terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Da Mulher... Parte II


“The most important thing for everyone in Gringolandia is to have ambition and become 'somebody,' and frankly, I don't have the least ambition to become anybody.”
Frida Kahlo


Cada vez mais me sinto assim...
Todos querem ser alguém. Ou melhor: querem ser famosos, milionários, endeusados. Nessa busca, a ambição cega e desumana intensifica-se. Tornam-se escravos de uma ilusão.

Eu não desejo Ser "alguém"... desejo Fazer alguma coisa. Desejo ser reconhecida pelos meus actos e atitudes. Desejo voltar às nossas raízes mais primitivas como seres deste planeta. Quero lembrar-me do que é Ser Mulher.
Como traduzir a essência da Mulher num espetáculo de dança??... é no que me venho a debater nestas ultimas semanas. Como transmitir algo tão complexo como é o Ser Feminino?? Como homenageá-la através da dança e da musica?? 
É o meu mais profundo desejo, que algo superior e que está fora da nossa razão, venha ao de cima neste espectáculo. 
Não quero ser Eu, quero ser um meio para criar Arte. 
Não ambiciono reconhecimento de diva, pretendo que se crie entre mim ( colegas) e o publico uma sinergia nunca antes sentida. Que a Dança, na sua forma mais livre e pura flua nos nossos corpos femininos e fale com Alma de cada um que esteja a assistir. Que desperte sentimentos adormecidos. Que relembre quem nós verdadeiramente somos. Que a essência da Dança Oriental, numa linguagem universal, inspire.
É para isto que me propus a fazer este espectáculo. Não só para mim, para Todos.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Da Mulher... parte I

Ser Mulher... é ser forte, corajosa, sabia.
O género feminino (quer humano, quer animal ) por seguir, na maior parte das vezes, o seu coração é considerado - em todo o mundo -  fraco, abaixo do homem. 
Será mesmo?
Claro que não. 
Confunde-se Amor, Dádiva, Carinho com fraqueza e vulnerabilidade. Confunde-se Sabedoria Intuitiva com feitiçaria. Confunde-se o Feminino com Selvagem...
Combate-se o medo do poder das mulheres com o poder da força. Penalizam-nas com a injustiça dos homens.
Mas... Da Mulher nasce a Vida. 
Da Mulher surge a Bondade e com Perspicácia sobrevive num mundo patriarcal.
Merece ser respeitada, amada, talvez compreendida mas definitivamente Ouvida.
Como Mulher que sou, faço o que a minha Alma me diz e assim, quero com este espectáculo, homenagear TODO o Ser Feminino na forma de dança que nasceu dela.
Tu que és Mulher traz os homens e faz parte desta festa.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Espectáculo "DA MULHER"

E aqui está!!! Contra tudo e contra todos tenho o maior orgulho em anunciar o meu novo espetáculo 
" DA MULHER"
Será todo ele uma homenagem ao Ser feminino. De mim especialmente para SI e para TODOS!
Contarei com os grupos de dança que tanto acarinho: Mahatab e Sabaah. Claro que não poderia deixar de convidar a minha camarada de lutas: Yolanda e alunas minhas que lealmente me acompanham ao longo dos anos.

Graças ao sucesso que foi o último que realizei no Museu do Oriente,  gentilmente e com confiança na bailarina que sou e nos espectáculos que proporciono, este, aceitou em acolher-me para mais um desafio, onde a Dança Oriental é a protagonista que arduamente tem vindo a ganhar mais a estatuto.

Será no dia 2 Março, pelas 21h30 e de novo apelo a toda a comunidade de Dança Oriental para comparecer em peso. Sim, é um espectáculo meu, mas é, mais uma vez, a tentativa de mostrar e provar que esta dança merece ser levada aos palcos mais prestigiados.

Ajudem-me neste meu sonho que sei que é vosso também. 
Venham assistir, convidem amigos e os mais cépticos.
(bilhetes - 15€ - à venda no Museu e ticketline)