terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Da Mulher... Parte II


“The most important thing for everyone in Gringolandia is to have ambition and become 'somebody,' and frankly, I don't have the least ambition to become anybody.”
Frida Kahlo


Cada vez mais me sinto assim...
Todos querem ser alguém. Ou melhor: querem ser famosos, milionários, endeusados. Nessa busca, a ambição cega e desumana intensifica-se. Tornam-se escravos de uma ilusão.

Eu não desejo Ser "alguém"... desejo Fazer alguma coisa. Desejo ser reconhecida pelos meus actos e atitudes. Desejo voltar às nossas raízes mais primitivas como seres deste planeta. Quero lembrar-me do que é Ser Mulher.
Como traduzir a essência da Mulher num espetáculo de dança??... é no que me venho a debater nestas ultimas semanas. Como transmitir algo tão complexo como é o Ser Feminino?? Como homenageá-la através da dança e da musica?? 
É o meu mais profundo desejo, que algo superior e que está fora da nossa razão, venha ao de cima neste espectáculo. 
Não quero ser Eu, quero ser um meio para criar Arte. 
Não ambiciono reconhecimento de diva, pretendo que se crie entre mim ( colegas) e o publico uma sinergia nunca antes sentida. Que a Dança, na sua forma mais livre e pura flua nos nossos corpos femininos e fale com Alma de cada um que esteja a assistir. Que desperte sentimentos adormecidos. Que relembre quem nós verdadeiramente somos. Que a essência da Dança Oriental, numa linguagem universal, inspire.
É para isto que me propus a fazer este espectáculo. Não só para mim, para Todos.

Sem comentários:

Enviar um comentário