Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2014
Sara Naadirahapresenta: I Encontro – Conversas e Danças no Feminino
15 Novembro . 15h às 18h . espaço Dançattitude . 20€
Eu acredito que é (também) na informalidade de uma boa conversa e na partilha do movimento, que a magia da Dança Oriental acontece. Assim, proponho um ENCONTRO onde possamos “tertúliar” e aprender a sentir a dança/corpo onde A LINGUAGEM INVÍSIVEL DA DANÇA ORIENTAL: ALMA versus TÉCNICA será o tema protagonista. Estão TODAS convidadas a participar neste circulo feminino onde o masculino é também muito bem vindo.


*1ª parte (teórica):TERTÚLIAsobre o tema; *2ª parte (prática):AULA TÉCNICA com a aprendizagem de uma coreografia que reflete o tema.



INCRIÇÕES: . para garantir a sua participação no encontro, terá de realizar a transferência do valor (20€) para o nib indicado e, avisar de seguida que o fez para o email saranaadirah@gmail.com ou tlm 914258256 informando os seguintes dados: *Nome *Email *Nº telemóvel; *NIB: 0007 0271 0015 0604 80965 (Novo Banco)

Elogiarmo-nos...

E porque não!?... Porque não dizer que gostamos de nós... das nossas acções... dos nossos sonhos. Porque não dizer isso mesmo ao outro. Porque não elogiar as nossas colegas... a dança delas.  Porque não apreciar o trabalho dos outros que também me inspira. Engana-se quem pensa que dançar é isolar-se no seu mundo.  Para dançar é preciso ter inspiração e eu encontro-a nos mais diversos lugares, coisas e nas pessoas humanas e não humanas. As minhas colegas inspiram-me.  Adoro assistir as suas performances, espectáculos e o que dizem. E, tenho a mania de elogiá-las e dar-lhes os parabéns quando realmente gosto do que fazem. Aprecio a beleza, genuinidade e originalidade. Adoro ver coragem e determinação. Gosto ver Bailarinas que saem da sua zona de conforto e testam limites. Testam-se a elas próprias e criam a sua beleza quebrando regras. Gosto disso e faço questão, quando encontro isso, de dizer-lhes porque também sei que, às vezes, um feedback positivo sabe muito bem. Elogiem-se... admirem-se... s…

Contra - ataques sábios: um grande desafio

Quando Jon Stewart  perguntou a Malala Yousafzai - prêmio Nobel da Paz 2014, como reagiu ao saber que o Talibã queria a sua morte, ela responde:
"I started thinking about that, and I used to think that the Talib would come, and he would just kill me. But then I said, 'If he comes, what would you do Malala?' then I would reply to myself, 'Malala, just take a shoe and hit him.'  But then I said, 'If you hit a Talib with your shoe, then there would be no difference between you and the Talib. You must not treat others with cruelty and that much harshly, you must fight others but through peace and through dialogue and through education.' Then I said I will tell him how important education is and that 'I even want education for your children as well.' And I will tell him, 'That's what I want to tell you, now do what you want."

Read more: http://www.businessinsider.com/nobel-prize-winner-malala-yousafzai-left-jon-stewart-speechless-2014-10#ixzz…

O que esperar das minhas aulas...

Eu nunca quis ter um trabalho "normal", das 9h às 17h... lembro-me, desde pequena, que queria ser bailarina e com isso marcar, de certa forma, a diferença na vida de quem me visse dançar. Cresci com esse desejo e sempre me disseram que não podia ser... não era uma profissão mas sim um hobby. Chegando à idade adulta e desafiando tudo e TODOS, só eu acreditei no meu dom/talento e, sabia que o mundo não precisava de mais uma bailarina amadora. Precisava de uma profissional que acreditasse que seria possível viver da sua arte.  E assim foi... com a ajuda preciosa do meu companheiro (que apesar dos seus receios RESPEITOU, acima de tudo, as minhas escolhas apoiando-me incondicionalmente), trilhei o meu caminho, criei a minha marca, ensinei e ensino a centenas e centenas de aspirantes a bailarinos, mulheres, jovens e crianças.  Hoje, tenho o maior orgulho na mulher que me tornei e que, apesar dos obstáculos e tentações, mantive-me fiel a mim mesma, aos valores e objectivos/metas que e…