sexta-feira, 12 de março de 2010

Nada é eterno e tudo se transforma

Numa das aulas desta semana, uma aluna minha deu-me uma notícia que me deixou de boca aberta: tinha posto termo a um relacionamento de onze anos!
Apressei-me logo a perguntar-lhe: mas porquê?
Ela: porque me estava a negar a mim própria...
Não precisou de dizer mais nada, entendi tudo.
A caminho de casa ia pensando no assunto: "foi corajosa, podia se ter deixado ficar, numa relação que já não lhe preenchia mas era confortável, principalmente aos olhos da sociedade, foi mesmo corajosa..."
Ela tem toda a minha admiração pois fez o que 99% das pessoas não fazem: colocou-se em primeiro lugar, pensou primeiro nela, teve a coragem e a responsabilidade de mudar.
Ao longo da nossa vida, principalmente nós mulheres, vamo-nos negando em prol de uma carreira, marido/namorado, filhos, pais, religião/filosofias e até nos escravizamos a favor de uma uma beleza utópica e ilusoria.
Vamo-nos esquecendo, por vezes (muitas vezes) de sonhos, valores e personalidade para viver em função do outro ou de alguma coisa. Com isso ao longo do tempo, vamos ganhando uma falta de auto-estima que nos leva a uma depressão crónica não nos permitindo ter força para seguir o nosso instinto que grita, bem alto, MUDA, SAI, diz NÃO!
Optamos, por comodismo e cobardia, negar essa voz, pois mudar não é fácil, é dificílimo, é quebrar o jarro, é virar a mesa, é gritar... é separar, é colocarmo-nos em primeiríssimo lugar. Muitos nem ousam pensar assim, pois pensam que é egoísmo, mas esquecem-se que se nós não estamos bem, tudo e todos á nossa volta também não vão ficar.
Muitas vezes mudar, causa sofrimento, mas é passageiro e digo-vos, por experiência própria, quando realmente nos colocamos em primeiro lugar, ouvimos a nossa voz interior e a seguimos "no mather what" temos uma transformação profunda e vitoriosa, e como consequência tudo e todos ao nosso redor também se transformam e muitas vezes acordam de um comodismo, também acordam para a vida.
Nunca se neguem a favor de nada nem de ninguém, a nossa ALMA é o que temos de mais precioso! E lembrem-se: nada é eterno... e tudo se transforma, só é preciso um pouco de coragem.

Sem comentários:

Enviar um comentário