terça-feira, 22 de setembro de 2009

Dinheiro - é realmente um mal necessário?

Quantos de nós já esteve na situação de querer uma coisa ou ambicionar fazer algo mas não consegue. Não porque não possa ou porque não tem capacidade, simplesmente porque não tem dinheiro para o fazer ou ter. Quantos de nós já não dissemos ou pensámos: " se me saísse o euro milhões..." fazia e acontecia os nossos mais secretos desejos. O dinheiro é realmente um "mal necessário" que muitas vezes "compra" sonhos, mas será que estamos preparados para os concretizar ou seria milhões na mão de uma criança e quando estivesse-mos a viver o que tanto queríamos, eles não virariam pesadelos?
O que é que nós realmente sabemos para a nossa vida? Será que muitas vezes o que nós tanto queremos não é simplesmente um capricho?
Eu nunca fui e não sou uma pessoa materialista, para mim o mais importante na vida não é trabalhar para ter um carro ou a casa com piscina, etc... para mim o mais importante é Viver e sentir que estou a fazer algo que não desperdice a minha vida. Alguns dos meus sonhos já os realizei, outros estou a realizar e muitos ainda estão a por concretizar, mas há um em particular, que poderia mudar completamente a minha vida, dando-lhe mais sentido, que está a custar muito a concretizar-se por simplesmente não ter dinheiro.
O que me faz reflectir porquê.
Sempre conquistei o que queria e o dinheiro necessário para tal sempre "apareceu" como se o universo conspirasse a favor e tudo se realiza de forma natural e fluída sem precisar de grandes batalhas mentais para arranjar o tal "mal necessário".
Há um ano que luto por um dos meus maiores sonhos na vida e não há maneira de ele se realizar, parece bloqueado, o universo para este não quer conspirar a favor e o dinheiro é o grande entrave, mas porquê que desta vez não "aparece" como das outras vezes? Será que esse bloqueio financeiro é o reflexo de algo mais profundo que eu não esteja a perceber? Será que não está na altura de o realizar e teimo em querer já? Será que não é para mim esse sonho? Serei eu o problema que impede a realização desse mesmo sonho? Será que devia lutar mais por ele? Será que estou a ser preguiçosa e pessimista? Será... será...
Não sei... só sei que tenho projectos e ambições que estão na "gaveta" á espera que a fada madrinha dê um toque com a sua varinha...
Que ela apareça, e depressa pois a ansiedade é grande e as constantes tentativas frustradas na luta vão cansando...

2 comentários:

  1. É uma verdadeira seca quando os nossos sonhos dependem não de nós mas de outros (no teu caso de dinheiro).

    Aprendi da pior forma que há sonhos que simplesmente não são realizáveis. O teu é realizável e acho que o importante é não desistires dele. Pode chegar tarde, pode custar, mas quando vier vai ter um sabor mais especial.

    (E quando o tal dia chegar a tua alegria vai certamente ser partilhada com muita gente que te quer bem...) :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sara, em relação à tua frase «para mim o mais importante é Viver e sentir que estou a fazer algo que não desperdice a minha vida», concordo plenamente contigo.
    Mas como sentir isso? Eu nunca senti mas procuro essa sensação, esse sentimento, ou como se quiser chamar.
    Tento parar para ver o que se passou/passa e não consigo perceber que caminho devo seguir. Vou deambulando por aí à espera que a "revelação" me apareça.
    O que estarei a fazer mal?

    ResponderEliminar