sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O problema serei EU?


Cada vez mais me convenço que sou anormal. Sinceramente, ou eu estou a ficar maluca ou tudo à minha volta endoideceu e eu não estou a ser capaz de viver neste mundo.
Só sei que já não tenho paciência para o absurdo de comentários que se fazem por tudo por nada , os (novos) falsos profetas que de repente invadiram os murais do facebook com frases supostamente inspiradoras, o ridículo de atitudes que vejo, o ser "chico esperto" do português, a incompetência generalizada que se instalou em Portugal, o comodismo de todos, o dramatismo que nós carregamos, etc...etc...


Mas acho mesmo que o problema é meu!
Senão vejamos:
- só ganho dinheiro se trabalhar (literalmente);
- nunca tive subsídios ou um contrato de trabalho (recibos verdes toda a minha vidinha com impostos como todos);
- não tenho dívidas de cartão de crédito (e tenho casa, contas rotineiras e como como todos);
- não acho piada ao natal (cada vez mais);
- não comemoro o ano novo agora (só quando faço anos); 
- ainda não quero ter filhos (apesar de estar casada e com boa idade para os ter);
- dou uma boa gargalhada com situações ridículas à minha volta;
- enfurece-me a violência humana que está camuflada em TUDO que nos rodeia;
- faço má cara quando todos acham piada;
- não fingo aquilo que não sou (e o que isso já me custou...);
- não acredito em tudo o que vem na net;
- entristece-me ver uma geração capaz acomodada à "mama do estado";
- não quero um carro, telemóvel, roupa, casa, tudo XPTO;
- não pretendo nem estou a tirar um mestrado ou doutoramento (parece que agora só se é gente se tiver os dois);
- gosto de não fazer nada;
- gosto de trabalhar, mas não vivo para isso;
- não considero o meu trabalho, trabalho;
- ídolos... não os tenho... idolatro-me a mim própria;
- preocupa-me o agora e não o amanhã;
- durmo muito bem e como ainda melhor;
- etc...
- tudo aquilo que consideram normal numa pessoa, eu faço o contrário.


Que problema terei EU???!!!!
Serei um E.T. e nunca ninguém me disse???

3 comentários:

  1. Ninguém é 'anormal', querida Sara, todos somos únicos, absolutamente e definitivamente irrepresentáveis, e tu, minha querida, és um dos seres mais abençoados que conheço, vivendo a tua vida da forma e simples, resplandecendo dia a dia e dando, dando, dando a quem puder acompanhar-te, esses seres é que são raro minha querida... o problema é esse...
    Beijos e todo o amor da tua, margarida

    ResponderEliminar
  2. Querida Margarida,
    obrigado pelas tuas palavras!!!
    Beijos grandes!
    Continuo lá à tua espera ;)

    ResponderEliminar
  3. "O heróico num ser humano é não pertencer a um rebanho", não é o que dizia o nosso Prémio Nobel?
    Beijinhos

    ResponderEliminar